15 de junho de 2012

Trilha Sonora - Ronaldinho e os trapalhões

Salve, galera! Hoje o post será nostálgico


Didi, Dedé, Mussum e Zacarias. Que saudades desse grupo!! Uma amiga minha disse recentemente que Didi e Dedé sem Mussum e Zacarias é igual ao Two and a half men sem o Charlie Sheen. E é verdade. Ver o programa do Renato Aragão hoje é quase um sofrimento, por mais que o Didi Mocó ainda tenha muito crédito na praça.

Mas vamos parar com essa viagem ao passado, porque esse blog é de esportes, e até agora não teve nada disso.

Hoje venho falar de outros trapalhões. Liderados pela presidenta Patrícia Amorim, eles vêm fazendo uma pixotada atrás da outra, e se não fosse trágico, seria cômico. Ronaldinho chegando de ressaca no treino e levando mulher para a concentração. Luxemburgo colocando espião atrás dele. Assis roubando camisas da loja do Fla com o argumento "não pagam meu irmão, então não vou pagar as camisas". Adevogado (sim, escrito errado mesmo, de propósito) dizendo que tem exame comprovando que o Dentuço tinha álcool no organismo e depois o exame desaparece misteriosamente (até chegar o grande Doutor Runco e acabar com a palhaçada). E eu podia completar com o presidente do Galo e a sua contratação do século, mas isso fica para depois.

Pois é, parece mesmo roteiro de comédia pastelão. Mas tudo isso culminou com a saída do Luxa e agora do Ronaldinho, e de um grande abalo na diretoria, que provavelmente vai ser refletido num fracasso na tentativa de reeleição. E mais cabeças devem rolar em breve.

Agora vamos para o que importa mesmo nessa coluna: música. Vamos ouvir (e ver, claro) a abertura (duas delas) de "Os Trapalhões". Os verdadeiros, porque esses lá da Gávea, ninguém quer ver, não é mesmo?

Saudações Musicais,
Rafs


Os Trapalhões








2 comentários:

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Geraldo disse...

Falou pouco, mas disse tudo!!!!

Os antigos trapalhões eram engraçados de verdade, os atuais trapalhões rubro-negros merecem que gatos joguem terra em cima...