2 de novembro de 2011

Vôlei de Praia e o absurdo critério da classificação olímpica

O Circuito Banco do Brasil teve sequência no último final de semana - na cidade de Maceió - Alagoas - e mais uma vez a disputa foi acirrada, comprovando a tese do equilíbrio das duplas, no feminino Juliana/ Larissa deram um passo importante rumo a mais um título da temporada, elas já venceram o Copa do Mundo, o Circuito Mundial e o Pan. Maria Elisa está em recuperação de uma contusão, se tiver que se ausentar de alguma etapa pode complicar a briga pelo título.

No masculino Alison/ Emanuel sentiram o cansaço dos jogos de Guadalajara e ficaram apenas com a quinta colocação, enquanto isso Pedro Cunha/ Ricardo trataram de diminuir a diferença que agora é de apenas 80 pontos. Nossa colunista Juliana Netto detalhou a etapa no blog Primeiro Set vale sua leitura se quiser saber mais.  

A volta e a absolvição de Pedro Solberg

 Pedro já havia sido liberado pela FIVB para voltar a jogar a alguns meses e começou a correr atrás do prejuízo, chegamos a destacar aqui a falta de responsabilidade dos dirigentes e comandantes na condução dos casos de doping mundialmente falando, a situação do brasileiro até hoje não tem explicação nenhuma e o que fica para todos é a sensação de que um exame que deveria passar segurança em seus resultados, pois pode por fim a uma carreira para sempre, é tratado com descaso por todos. ( infelizmente as pessoas estão mais preocupadas com o que se fala do que com o que se faz ou não se faz, vide a saúde pública, a educação....)

Neste domingo o Esporte Espetacular( vídeo) fez uma reportagem especial com o atleta e com sua mãe, a ex-jogadora Isabel, os dois estavam muito felizes, afinal não dá pra punir se não tem certeza e não dá para ter certeza sem um exame sério. O jogador foi o único que saiu perdendo nesta história toda, apesar que a dupla com Ferramenta tem conseguido melhores resultados do que as parcerias anteriores com Ricardo e Pedro Cunha. 

A disputa pela vaga Olímpica

Pedro Solberg reivindicou a possibilidade de disputar sua vaga jogando vôlei já que não teve culpa e foi privado desta possibilidade, até aí tudo bem frente aos acontecimentos, aí vem o Sr. Carlos Artur Nuzman, Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro( vídeo) para pedir tranquilidade, porque essa chance será dada, tudo porque até hoje ele não engoliu o fato da Juliana ter tentado ir a Pequim até o último minuto. A CBV acredita que o Brasil teria tido mais chances se tivesse agido diferente e a atleta tivesse sido cortada antes.

É assim: as duplas se matam de treinar, jogar, se preparar, vencem, conseguem a vaga. Ele alterou o regulamento para que essa vaga seja brasileira e não da dupla, portanto mesmo que Juliana/ Larissa conquistem um lugar nos Jogos Olímpicos se a CBV quiser eles mandam a Maria Clara/ Carol ou ainda eles podem " achar" melhor mandar a Juliana com a Talita e a Vivian com a Larissa, entendeu? 

Isso quer dizer que o Alison/ Emanuel ganharam tudo e se a comissão da CBV que vai analisar resolver que o Emanuel vai jogar com o Ricardo de novo e colocar o Alison com o Bruno Scmith, eles podem. 

Eu achei esse critério muito absurdo e ridículo. Os atletas treinam, ganham ritmo, sintonia, conjunto, além de várias etapas brigadas ponto a ponto e vem os dirigentes se meter? Isso permite panelas, protecionismo e coloca em risco toda a credibilidade de um instituição. 

Vamos a um exemplo hipotético, se o ranking fechasse hoje Alison/ Emanuel estarim classificados,  Ricardo/ Penho Cunha seriam os segundos, Marcio/ Benjamim os terceiros, se eu não estiver enganada Harley/ Thiago e Pedro Solberg/ Ferramenta seriam os próximos. A CBV vai levar as 5 duplas para Saquarema, vai observar o treino deles e depois vai escolher 4 atletas que ela agrupará formando duplas. 



Hã? Heim? Cuma?


 Eu acho que se um atleta se machucasse tudo bem a intervenção, mas assim?


 O que vocês acham?



 

10 comentários:

Giovani Mattiollo disse...

Olha Rafaela, deveriam classificar pelo que fizeram e ganharam, isso parece um mata mata, 5 duplas fazendo um campeonato pra ir as Olimpíadas, realmente ridiculo

Abraço

||| { SANGUE AZUL } |||
------------------------------------
---> 'La Bombonera' gremista
---> Instituto Desejo Azul - Mais uma iniciativa do Grêmio!
---> Barcelona e Milan se classificam; Jonas marca com 11 segundos; Confira os resultados da UCL

Ka disse...

Acho absurdo isso, tava meio esquecido esse assunto, voltou a tona na mídia? So vi agora....n acho nada justo e muito menos levar tudo p treinar em saquarema obrigados....Lari e Ju treinaram muito melhor acredito em fortaleza q no RJ

Cleber Soares disse...

Rafaela,
sobre a questão do tempo, fique trânquila, sei bem como é isso.

Concordo com vc, é absurdo tal critério de escolha, tão absurdo que é difícil até de acreditar... e eu que achava que era só o futebol desorganizado... para eu isso esta me cheirando favorecimento, só pode...

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

Juliana Netto disse...

Imagino (imagino!) que a CBV deva ter um pouco de bom senso e mudar alguma dupla apenas se algo trágico acontecer, como no caso de Juliana, em 2008. Até porque, no momento atual, as duas principais duplas - Juliana/Larissa e Alison/Emanuel - estão muito bem e não precisam de mudança nenhuma. Acho que existem prós e contras nessa ideia, se o principal objetivo por se precaver quanto a possíveis lesões, que, como foi visto na decisão de domingo em Maceió, pode acontecer a qualquer momento. Acho que talvez o maior risco de intervenção da CBV seja nessa 2ª dupla masculina, que, depois da liberação do Solberg, deve "dar pano para manga" ainda.

Kaique Pedaes disse...

Ouvi nessa ultimo semana em um programa esportivo sobre isso ae, mas nem liguei muito, e só agora to realmente entendendo essa parada. Porra, é realmente ridiculo isso. Se eu estivesse lá no lugar dos caras, me recusaria a jogar. Simples assim. Como se muda um regulamento dessa forma? Algo, com certeza a instituição vai ganhar, porque senão não havia motivo para isso ser feito. Caralho... me desculpe os palavrões, mas pqp, isso é simplesmente RIDICULO. To inconformado! Sem palavras.

Bruna disse...

Nossa que ridiculo,na boa,náo gostei a dupla treinam junto o ano inteiro pra chegar na Olimpiadas que é o objetivo maior de cada euipe fazem isso? Nossa CBV dessa vez vc foi mal demais! E como fica o entrosamento? Juliana se lesionou Larissa foi jogar com outra em 2008 e ñ foi bem por causa do não entrosamento, na Boa seu Nuzman vc esta ferrando o brasil deste jeito pois fazendo isso a chance de ouro nas Olimpiadas sera pequeno desde jeito.

Ana Sofia disse...

Também discordo do novo critério, afinal uma dupla é um time e, como tal, não basta apenas ser a junção de 2 atletas excelentes (não há dúvida de que todos são), é preciso que haja entrosamento, sintonia fina e isso só o tempo e o convívio possibilitam, além da disputa constante de torneios juntos, pois neles é que surgem as dificuldades e soluções. Se se gosta tanto de comparar com o futebol, pra que exemplo melhor do que a Seleção de 2006? Tínhamos, em tese, o melhor time, mas, o que vimos? Um apanhado dos melhores do mundo que nunca chegou a ser, verdadeiramente, um time e o resultado todos viram, sentiram e lamentaram... Que prevaleça o bom senso e que venham medalhas douradas para o Brasil das areias de Londres!

Rafaela Andrade disse...

Oi, pessoal. Antes de mais nada obrigada por participarem do debate, a CBV realmente está confundindo as coisas, escolheram a pior forma de resolver o problema de uma possível contusão. É como o Cesar Cielo nadar bater recordes e me mandarem lá nadar no lugar dele.

Como eu disse, isso coloca à prova a credibilidade e a seriedade da instituição, se as duas melhores duplas estiverem em forma e 100% e outros forem escolhidos para jogar, vai ficar muito feio.

Rafaela Andrade disse...

Ka - São muitos os fatores né? Treinamento e estrutura( mesmo que Saquarema seja TOP)

Cleber - Até parece coisa de futebol né?

Ju, essa exposição excessiva do Solberg deixa todo mundo com uma pulga atrás da orelha

Giovani e Kaique - Rídulo e dificil de acreditar

Rafaela Andrade disse...

Bruna e Sofia, pois é parece que eles começaram no esporte ontem e o melhor exemplo disso foi que por duas vezes eles tentaram unir o Pedro Cunha com o Pedro Solberg e não deu liga e o Ricardo em pouco tempo com o Cunha foi muito bem. Nem tudo depende de vontade deles, espero que a CBV não invente moda e mantenha as duas melhores duplas de cada.

Um abraço a todos.