16 de agosto de 2011

Coisa que esquecemos #6 - Doping

 Atletas não são super-heróis e quase qualquer substância pode ser considerado doping. Qual o limite entre o "descaso", o descuido e o verdadeiro uso de substancias proibidas?



É cada vez mais frequente casos de doping no esporte brasileiro, atletas renomados e futuras promessas foram surpreendidos com resultados positivos. A grande maioria com histórias mal contadas, quebra-cabeças faltando muitas peças.

"Primeiro foi o nadador Cesar Cielo, flagrado em um exame antidoping, em julho, o qual apontou o uso da substância proibida furosemida, um diurético capaz de mascarar substâncias dopantes. Semanas depois, foi a vez do jogador de vôlei de praia, Pedro Solberg, ser afastado provisoriamente das competições por conta do uso de androstane, substância que pode ser usada para ganhar massa muscular. Na última quarta-feira, foi a vez da judoca Taciana Lima ser reprovada no exame antidoping por conta da presença de furosemida em sua urina." Sportv

Todos negaram o uso da substância, Cielo foi absolvido no julgamento, mas passou constrangimento, foi vaiado e teve sua vitória questionada pela mídia internacional com protestos de que a sua participação era uma vergonha.

Pedro Solberg virou notícia, não pelo talento que tem, muito menos por ter trocado de dupla pela milésima vez, mas por doping. Negou ferozmente o episódio, teve todos os seus ex-parceiros acreditando nele e uma comoção da categoria em defendê-lo, ficou suspenso, perdeu o início da dupla com Ricardo, adiou a briga pela vaga olimpica e agora o que temos? A FIBV derrubou a suspensão porque acredita ter havido falha.

Quanta irresponsabilidade. Isso pode acabar com a imagem de qualquer pessoa.

Talvez seja a hora de investir em profissionais habilitados para cuidar do assunto, caso contrário como um atleta profissional pode conviver com a possibilidade de "suposição", hoje com um resultado e amanhã com outro. Além disso, os comitês de julgamento ficam totalmente sem moral? um atleta pego no antidoping e sem punição.

Não podemos esquecer de cobrar mais seriedade no caso.

Pedro Solberg volta ao Mundial
 A FIBV cancelou a suspensão até o julgamento que já está com cara de pizza. Nenhuma coisa, nem outra. Ou seja, não dá pra punir se não tem certeza, não dá para ter certeza sem um exame sério e tudo ficará como se nada tivesse acontecido, a não ser pela imagem do atleta que fica bem queimada.
Quanto a parceria, depois de ver seu antigo e seu novo parceiro campeões do Grand Slam - Solberg joagará o restante do ano com Ferramenta e só no ano que vem saberemos a decisão dos atletas para brigarem pela vaga olimpica.
Eu torço que Pedro Cunha e Ricardo fiquem juntos, a dupla parece ter dado liga. Vamos ver.


Leiam mais:

Contraprova confirma doping, mas dúvidas fazem FIVB derrubar suspensão de Solberg

Casos de doping reacendem debate sobre o uso de suplementos

Um comentário:

Rodrigo Dutra disse...

Doping é sempre um assunto delicado, principalmente quando se trata de idolos como o Cielo e a Daiane dos Santos.

Participe logo do Comentarista Premiado do Mania! Estamos quase chegando lá na marca pretendida, falta pouco, comente quanto quiser, que já está acabando!!! Interatividade do Mania! Acesse e saiba mais:

http://maniadegremista.blogspot.com/2011/05/comentarista-premiado.html

Entre, siga, comente, desvende o Mania!
maniadegremista.blogspot.com

Participe logo do Comentarista Premiado do Mania! Estamos quase chegando lá na marca pretendida, falta pouco, comente quanto quiser, que já está acabando!!! Interatividade do Mania! Acesse e saiba mais:

http://maniadegremista.blogspot.com/2011/05/comentarista-premiado.html

Entre, siga, comente, desvende o Mania!
maniadegremista.blogspot.com