19 de junho de 2011

Liga Mundial: Facilidade em quadra, sem transmissão na TV, difculdades para torcida

Jogos de vôlei no Ibirapuera estão ficando cada vez mais concorridos, alias, não só aqui em São Paulo, no Brasil todo o que vemos são Ginásios lotados, apesar dos ingressos terem um preço bem salgadinho e o público ser realmente bem nivelado pelo bolso é sempre um evento muito agradável.

Depois de muita dificuldade para chegar ao Ginásio do Ibirapuera, não encontramos fila para a retirada dos Ingressos e lá estamos encontramos o CQC Felipe Andreolli, muito simpático, brincando e tirando fotos, porém quando chegou a nossa vez ele queria nos entrevistar, ai não, né? O que ele poderia me perguntar? Saimos andando rapidinho antes que ele pudesse virar com o microfone. Ele entrevistou um casal.

Dentro do Ginásio as tradicionais blusinhas amarelas do Banco do Brasil, agora com a marca dos 20 anos.
Começado o primeiro set, em pouco tempo já estava 10 x03, como assim, Porto Rico? A torcida brasileira já estava até incentivando o time adversário para que pudéssemos ver jogo.

Tinha uns torcedores mais maldosos dixendo que os times que perdem de muito poderiam abrir mão do segundo jogo para não apanhar de novo, independente dos comentários da torcida, os porto-riquenhos mostraram simpatia, bom humor e espírito esportivo. Vieram para jogar ponto a ponto, erravam uma, duas, três vezes mas não desistiam jamais.


O jogo estava bom pro Brasil, Bernadinho pode trocar o time quase todo e manter o nível. Hoje só não vimos quem não foi relacionado, porque todos os outros entraram e contribuiram com a partida. 

Sem transmissão na TV e dificuldades para a torcida


Nós que compramos ingressos para o jogo tivemos que cruzar a tal da Maratona de São Paulo para alcançar o Ginásio, enquanto isso na TV ninguém transmitia a partida, foi dado preferencia a corrida do que ao jogo, situação que gerou revolta entre os que queriam torcer ( Saiba mais no Radio Amantes e no Voleiorg) as pessoas todas animadas e preparadas para torcer, se revoltaram com o descaso dado.

Outro obstáculo foi o acesso aos jogadores, a linha divisória no Ibirapuera hoje era muito distante dos torcedores, os jogadores que vêm próximo ao alambrado em jogos da Superliga, até na final que eu tenho várias fotos, hoje ficaram longe do público. João Paulo Bravo, Serginho e mais alguns ainda atenderam aqueles que conseguiram chegar mais perto, mais foi só, nem da cabeça deles ( do alto) era possível fotografar, quem lucrou com isso foi Porto Rico, a simpática torcida brasileira chamou os jogadores, que felizes aceitaram e tiraram fotos, deram autógrafos, foram superbadalados.

E claro, que um CQC à solta num Ginásio é bagunça na certa. Felipe Andreolli passou agitando a "ola", deu tchauzinho e entrevistou várias pessoas...
Valeu  Brasil!!!


O técnico Bernadinho divulgou a lista dos 12 que viajam aos EUA para os jogos de volta: os levantadores Bruninho e Marlon, os opostos Leandro Vissotto e Théo, os ponteiros Giba, Murilo, Dante, João Paulo Bravo e Thiago Alves, os centrais Lucão, Rodrigão e Sidão e os líberos Serginho e Mario Junior. Ficarão no Brasil o central Éder, o ponteiro João Paulo Tavares e o oposto Wallace.

Pessoal, é amanhã o grande dia do Parabéns!!! não deixem de participar, comentem o post especial e concorram a prêmios: Clique aqui!!!

Um comentário:

Giovani Mattiollo disse...

Ah, eu queria ver voces no CQC, hehe...

Abraço

http://www.gremista-sangueazul.com