13 de junho de 2011

Liga Mundial de Vôlei: Brasil e EUA - técnica, raça e emocional

Quem teve a oportunidade de assistir aos jogos entre Brasil X EUA neste final de semana em Belo Horizonte, foi agraciado com um jogão de vôlei que merece destaque de vários pontos:

Para começar devemos destacar a instabilidade de alguns dos nossos atletas, eu gosto muito do Visotto e do Lucão, eles tendem a resolver quando estão inspirados, fazem a diferença quando entram no espírito do jogo, quando entram... Se alguma coisa dá errado por qualquer motivo eles se tornam uma incógnita, diferente de Sidão e Théo, porque não de Wallace?

Eu li alguns comentários sobre Bruno e Marlon, os quais eu concordo em parte, os textos diziam que falta personalidade, agilidade e segurança aos nossos levantadores. Eu acho que Bruno é um pouco teimoso em alguns momentos em que precisa mudar, enquanto Marlon arrisca mais, até demais em alguns momentos. O ponto é que os dois se completam, não sei se isso é bom ou ruim, mas tem jogo que está para um e jogo que está para o outro, Marlon tem mais experiência e maturidade do que Bruno, o segundo é mais guerreiro, persistente, é uma dupla interessante. Confesso que gostaria de ver como Willian se portaria se ali estivesse.

Por outro lado, Murilo mostra cada vez mais que não é um momento bom, muito menos uma promessa que não sairá do papel, vem jogando muito bem e desiquilibra como poucos, não é o melhor do mundo à toa. Falar de Serginho é chover no molhado.

Todavia, tudo isso não é nada contra os EUA. Os campeões olímpicos são o bicho-papão mais feio dos pesadelos brasileiros, a impressão é de que o problema é emocional, coisa do tipo: " ai, lá vem eles". Um problema atípico para um time campeão, super campeão. A derrota do domingo foi boa, porque ensina, constrói e transforma, pelo menos é o que todos nós desejamos.

5 comentários:

Samira Calais disse...

O único time que o Brasil 'treme' quando vai jogar sõa os Eua, impressionante. Toda vez é assim, tem situações que dá para controlar essa ansiedade, como no sábado, mas outras que a vontade de 'acabar logo com isso' é tão grande que o time se complica e acaba perdendo. Tudo fator emocional!

Samira
http://www.oquedeuerradofc.blogspot.com/

mfc disse...

Vi aqui no canal de desporto!!
Foi um jogão!!

yoshi disse...

Olá. Estou criando um blog de resultados de partidas de futebol. Gostaria de fazer uma parceria de troca de links com a sua página. Se aceitar coloque no seu blog por favor o seguinte link: http://tabelasegols.blogspot.com e me avisa em algum comentário.

Att

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Só pude ver o jogo de sábado e fui agraciado com um verdadeiro clássico do volei mundial. Serginho é impressionante e tb gostei mt de Bravo. Mesmo não tão alto, compensa na técnica.

Saudações!!!

Adriano Berger disse...

Jogão!! O Brasil parou no bloqueio norte-americano... foi ali que faltou malícia para driblar a eficiência do adversário. Mas temos um elenco irretocável, ainda somos favoritos.

Abraços!