4 de setembro de 2011

São Paulo vence, mas não convence e os mil jogos de Rogério Ceni

O São Paulo desencantou e venceu o Figueirense em Floripa, com metade do time fora por algum motivo a preocupação com o "como seria" o jogo ficou para trás quando os meninos tricolores entraram com vontade de jogar, podiam não ter muito esquema, muita liga, muito entrosamento, mas sobrava vontade, mesmo assim foi preciso Rivaldo dar um toque de classe para que o placar ganhasse números finais. Eu não assisti o jogo, mas o que contam é que o time catarinense merecia melhor sorte.

Todavia, sou obrigada a confessar que não via o São Paulo me irritar tanto num campeonato a ponto de não querer vê-lo jogar e pior, ver o time ganhando e daqui a pouco perdendo, ou ainda passar sufoco o jogo inteiro, neste clima parei no blog do RicaPerrone no post " A fórmula mágica" e faço minhas as palavras dele. Reproduzo uns trechos:


Eu não consigo imaginar que diabo de fórmula é essa onde você é agredido fora de casa quase o tempo todo, tem chances claríssimas de gol e se salva na base do “deus me livre” e depende de um lance isolado pra achar um gol.
Pra alguns, isso é fórmula, padrão de jogo, etc.
Pra mim é “falta de”.
Ninguém se programa ou treina pra tomar sufoco e achar gols em lances individuais isolados. Isso não existe! Você treina pra não tomar sufoco e pra ter a bola.
E se não é assim que acontece, a coisa está indo na base do acaso, não do planejado.
É o time mais estranho que eu já vi o São Paulo ter.
Ele não brilha, não perde fora, não ganha em casa, é více líder, briga pelo título e não conheço um torcedor do SPFC sequer que esteja feliz ou satisfeito.
Vai entender…

Esse é o São Paulo atual, você é incapaz de dizer qual é o padrão, como funciona, qual a tática e o que podemos concluir é exatamente que falta alguma coisa, é " falta de" porque o time tem ataque, Dagoberto está muito bem, tem Lucas, Henrique... na defesa tem uma galera mandando bem, e????? Pois é, não tem resposta.

Leia o texto completo do RicaPerrone - A fórmula mágica

Rogério Ceni - 1000 jogos

Não é preciso repetir a importância do nosso capitão, o problema agora é que ele mostra sinais de cansaço, não em campo, mas de ter que recomeçar, de buscar forças para traçar novas estragéias, enfrentar atletas que encaram o jogo e o clube diferente dele, andou calado, ignorou a imprensa, essa festa vai ser bonita, feriado nacional, um jogo vespertino para que a familia e as crianças possam curtir, que sirva de incentivo para o time. Esse mesmo que ninguém entende.

4 comentários:

Jonas disse...

Pois é o time jogou mal e venceu, coisas do futebol, e sorte de quem tem um jogador diferenciado na equipe. Quarta é obrigação lotar o Morumbi para a festa de 1000 jogos do RC. E de quebra empurrar o time para mais uma vitória.

Samira Calais disse...

É a maldição do Morumbi. Tem que torcer para o time jogar fora de casa, porque em SP não está indo bem. Rs.

É um time que ainda não dá para confiar, como você mesma disse. Mas, ao mesmo tempo, o São Paulo mostra que sabe muito bem administrar um campeonato de pontos corridos, sabe a hora certa de dar o bote e está só subindo na tabela. Eu não me surpreenderia se o tricolor fosse campeão.

Samira
http://oquedeuerradofc.blogspot.com/

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Histórica a marca. Simplesmente sensacional. Exemplo fora e dentro de campo. Gostar ou não dele já é outro departamento. Qto. a rodada, o SPFC o grande beneficiado ao lado do Botafogo.

Saudações!!!

Giovani Mattiollo disse...

Parabéns ao Ceni pelos 1000 jogos!

Abraço

||| { SANGUE AZUL } |||
------------------------------------
---> Grêmio é recebido com festa em Salvador
---> Reconhecimento: Mário Fernandes convocado para a seleção