4 de março de 2011

Pitacos femininos: Existe espaço para honestidade no futebol?

Olá, amigos do Apenas um Ponto Esportivo!

Depois de férias mais longas do que o usual, estou de volta ao blog para os pitacos que são da minha responsabilidade.

O Corinthians e a Fiel já viveram muitas emoções esse ano: desclassificação da pré-Libertadores, virando, consequentemente, motivo de chacota para os adversários, despedida de alguns titulares, dentre os quais, Ronaldo, a lenda, que deu adeus não só ao Corinthians, mas ao futebol.

Já vivemos crise, já ganhamos título. Não! Nenhum unificado... foi no MMA, afinal, Anderson Silva é Corinthians no UFC.

Vimos um novo velho ídolo chegar e vestir a camisa 9 com propriedade, e com a boa campanha e a invencibilidade no Paulistão a crise vem sendo apagada.

Mas como, no Parque São Jorge, os incêndios são apagados com gasolina, o último fato marcante do ano foi a saída precoce do nosso ex-jogador, ex-capitão e, agora, ex-gerente de futebol, William Machado.

William chegou como promessa de reformulação, seria um choque de gestão nesse período de transição no setor administrativo do clube, mas não durou mais que um mês.

A explicação meio "me engana que eu gosto" foi de que o William se viu desautorizado na negociação do volante gremista William Magrão e resolveu abdicar do cargo.

Mas sabemos que o buraco é mais embaixo e que há motivos ocultos para a saída de @williamcapita que, provavelmente, nunca conheceremos.

Ninguém é bobo, sabe-se que o futebol tem seu lado negro, muita sujeira que quase nunca chega aos ouvidos/olhos do torcedor, mas, escapando uma poerinha sequer, já deixa todo mundo enojado.

E, em meio a tanta sujeira, fica a pergunta: será que há lugar para honestidade nas administrações do futebol brasileiro? Um ambiente onde personagens jurassicos reinam absolutos e muitos acordos são feitos debaixo dos panos pode conviver em equilíbro com novos personagens que chegam buscando renovação?

William Machado continuará com seu projeto de viajar e estudar, algo que deveria servir de exemplo a outros jogadores, e, apesar de sua saída precoce e conturbada, continuará marcado na história recente do Timão, principalmente, pelo lance em que corria de costas rindo da cara de um d'Alessandro descontrolado, em uma tentativa frustrada de cavar sua expulsão.

Valeu, capitão!

3 comentários:

Ronei disse...

Concerteza o William é uma grande pessoa, é um pena essa situação dele com o Corinthians.

Um abraço,

Ronei
Atlético Mineiro o Blog Vingador
http://atletico-mineiro.blogspot.com

Giovani Mattiollo disse...

Existe espaço sim, mas ninguem cumpre, hehehe... Essa aposentadoria do Willian veio muito antes do normal.

Abraço, e veja o resultado do BOLÃO DAS NOTAS, divulgado neste sábado!

http://gremista-sangueazul.blogspot.com/

Jhennifer Fraga disse...

Tem espaço para a honestidade,mas no futebol parece que tudo se torna mais difícil.

Abraços!!

http://fluminensetricolorguerreiro.blogspot.com/