21 de janeiro de 2013

Memórias de 2012 #20 - O personagem

José Roberto Guimarães conquista terceira medalha olímpica de ouro em esportes coletivos e entra para história como recordista

O atual técnico da seleção brasileira feminina de vôlei é paulista de Quintana e hoje tem 58 anos. José Roberto Guimarães tornou-se conhecido entre os brasileiros que não entendiam nada de vôlei em 1992 quando faturou a primeira medalha de ouro em esportes coletivos de uma Olimpíada para o Brasil com a Seleção masculina de vôlei, comandando Tande, Marcelo Negrão, Carlão, Paulão e Gioave. 

Mesmos envolvido em polêmicas com Fernanda Venturine, Bernadinho e agora com a Mari, Zé sempre manteve seu jeito calmo e ponderado, mas sempre firme nas decisões que tomava, assim em 2008 levou as meninas ao lugar mais alto do pódio, mandou pra lá todos os traumas e cobranças e comemorou muito. 

Em 2012, ninguém acreditava, mas lá estava ele, a seleção ia muito mal, obrigada, mas um momento mágico, uma luz que iluminou as mãos de Sheila e cia transformaria aquela partida histórica num marco na carreira de um "cara" que nunca foi muito badalado, mas que sempre conquistou seus resultados. O ouro olímpico viria coroar toda essa narrativa escrita com dedicação. 

Com 3 ouros ela super os bicampeões Adhemar Ferreira da Silva (atletismo), Robert Scheidt (vela), Torben Grael (vela), Marcelo Ferreira (vela), Mauricio (vôlei) e Giovane (vôlei). Tá bom pra você? 

José Roberto Guimarães, o personagem de 2012.

Um comentário:

Luiz Fernando Vétere disse...

Gosto muito do Zé Roberto. Nestas épocas em que todo mundo tem que gritar pra ser ouvido, ele consegue de forma serena extrair o melhor de seu time, seja Seleção ou campeonato nacional.

Saudações!!!